Blog Rica Perrone

logo
voltar ao blog

O maldito Shakhtar

 

Eu não vejo, nem você.  Não se faça de super herói pra atingir seu alvo. Não temos como avaliar um jogador que não assistimos jogar. Temos uma idéia pelo que ele era, uma outra base pelo que ouvimos falar, talvez alguns números para se basear. Mas ver, ninguém viu.

 

Quando estive na CBF há pouco mais de 1 mes eu descobri que pra convocar o Talisca havia gente lá acompanhando o cara há meses. Que todos os jogos dele eram analisados ao vivo e pela tv por mais de um profissional, além do Tite, claro.

 

É claro que a comissão técnica da seleção sabe como eles jogam, onde, com qual qualidade e se podem suprir algumas situações.

 

De prima, pelo que vejo, também prefiro o Luan ao Taison. Mas eu não faço idéia com quem estou comparando o Luan. Só tenho uma ligeira impressão por jogos da Champions League, raros, onde normalmente na fase que chego a ver o Shakhtar eles já estão pra ser eliminados por alguma potencia.

 

Não saber não é pecado. Fingir que sabe pra desmerecer alguém é que é.

 

Não, não tem como acompanhar com detalhes campeonato ucraniano, chinês, russo, etc. Confia-se então na analise que dificilmente é ruim do ótimo Tite. E mesmo que se discorde dela, que o faça sem sugerir esquemas ou absurdos.

Apenas uma opção.

 

Prefiro o Luan. Mas nem sei porque, já que desconheço o futebol do Taison em seu clube.  Prefiro o Arthur, mas o Fred é muito bom também.

 

Teria feito diferente que o Tite. Mas teria feito por desconhecimento, não por argumento.

 

Isso desmerece minha própria opinião. Portanto, confiemos.

 

abs,

Rica Perrone